Vem forte gente, que eu sou do Norte!

Quando eu era criança a grande maioria dos meus amiguinhos, tinha vergonha de dizer que era de Rondônia, eu nunca entendi bem o porquê.

Tinha um ditado que o meu pai costumava dizer que eu sempre fui um pouco contra. “Filho de gato, que nasce no forno é gatinho, ou é forninho?!” Desculpa pai, não sou gatinho, sou forninho. Não sou goiana, e nem de Campo Grande.

Pai, eu sou rondoniense. E sou por vocação e não por escolha. Ainda porque se pudesse escolher, ia escolher ser rondoniense de novo.

Não, a minha cidade de Porto Velho não é grande. Ela é pequena pros aspectos brasileiros, muito embora, pros aspectos europeus ela tenha sozinha, a população de muito país famoso por aí…

389102_2421669854828_1822321538_n
Ô amor!

Por falar em fama, a única fama que ela tem é de ser feia. Infelizmente não tem muita coisa em termos urbanísticos que eu possa falar a esse respeito.

Ela já era uma cidade humilde e com muitas dificuldades no ano de 2008 quando disseram pro meu povo que duas usinas hidrelétricas iam trazer o progresso, ia trazer empregos e ia deixar legados… Não trouxe progresso, trouxe empregos temporários e deixou muitos legados e infelizmente eu não consigo ver nenhum que seja bom…

Alagou uma área que afetou meus povos indígenas, kanindé, uru eu wau wau, karitiana e tantos outros povos que nem contato com o homem branco tinha tido ainda.

Tirou o sustento dos meus povos ribeirinhos e os indenizou mandando-os para conjuntos habitacionais longe do Rio.

Olha, eu nem nasci na beira do rio, e já tenho dificuldade se viver sem ele, imagina esse meu povo…

Porque o estudo de impacto ambiental não previu os 22% de pessoas que o excederiam. Meu povo passou de 380 mil para 490mil. Praticamente assim, da noite pro dia.

Minha cidade ruiu, o trânsito enlouqueceu e o meu povo anda sofrido.

Como se não bastasse no ano de 2014 houve a maior cheia dos últimos 104 anos que o governo gosta de dizer que foi um fenômeno natural completamente natural e que as usinas não o influenciaram em absolutamente nada.

Vocês vão me desculpar, mas eu não acredito, nem hoje, nem nunca.

Vi doze bairros ficarem debaixo d’água. Vi mais de 17 mil pessoas entre a Bolívia, entre os distritos e municípios e Porto Velho ficarem sem teto.

185766_197397426954751_8277702_n
Existe por-do-sol mais lindo? Impossível.

E mais de 100 mil de nós ficaram sem água potável.

Vi os nossos patrimônios materiais e imateriais boiarem nas águas lamacentas do Madeira…

E a o pátio da minha ferrovia preferida afundar junto com as suas locomotivas.

Eu vi o meu povo pagar com o próprio sangue o preço das promessas descumpridas…

Detalhe, a nossa energia não ficou mais barata, pelo contrário, só ficou mais cara.

E eu aqui de longe, buscando um futuro melhor não pude nem ajudar a juntar os pedaços, só chorar.

Eu queria dizer pra vocês que o meu povo é forte, é lindo, são pessoas de verdade, que sofrem, sangram e pagam pelo bem-estar do Sudeste e do Centro-Oeste. Enquanto a nossa região é esquecida e nosso choro não é ouvido.

Moço, eu não tenho jacaré e onça de estimação, mas guardo no meu coração a força da queda do Santo Antônio que destruíram. E eu sei que ela mora no coração de todos os portovelhenses que amam aquele lugar.

Vem forte gente, que eu sou do Norte! E não me calo, e eu não me esqueço.

Pra Porto Velho, só muita dor. E saudades.

416971_260967900651531_854237438_nAnie Line é uma linda formada em Arquitetura e Urbanismo UniCeub. Atualmente mora em Brasília, mas mora na nossa cidade Porto Velho, que mesmo com todos os defeitos do mundo, é quem nem coração de mãe, sempre cabe mais um.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s